A maior duvida do cliente, geralmente, é como nos webmasters chegamos a um determinado valor. Como é feito o calculo do custo de um site. Pois em geral o cliente procura um bom trabalho e o melhor preço. Pensando em esclarecer a curiosidade do cliente, montamos um pequeno roteiro, que poderia ser usado para se ter uma idéia do valor de um site.

É considerado vários recursos: número de páginas, horas trabalhadas, tecnologia aplicada, linhas de código e várias outras.

Uma coisa é certa, um site estático em HTML será mais barato e mais rápido de se fazer do que um em PHP, Java Script, que será mais barato e mais rápido de se fazer do que um em Flash.

"Por não serem profissões regulamentadas, e haver bastante discrepância na concorrência por todo Brasil, não há uma tabela fixa de preços para se desenvolver um site"

Pode usar os seguintes fatores; quantidade de trabalho, visibilidade do projeto e tecnologia empregada, número de fotos digitalizadas, quantidade de informação, introdução animada, entre outros, ai cada um estabelece sua tabela de preços para recursos utilizados.
A maior variação de preço, pode ser dada com relação a tecnologia utilizada, na construção do sistema. Como já dito acima um site em HTML é mais barato que um site em PHP. Se o site tem um sistema que permite ao usuário administrar conteúdo, já é outra conversa, pois é outra tecnologia a ser empregada.

Mas para se poder ter uma idéia de como é calculado o custo de um projeto vamos seguir o roteiro abaixo.

Pensaremos em um site simples, com um belo layout personalizado, colorido, porem com imagens estáticas. Um sistema de resposta rápida, com conforto e praticidade para o visitante, disponibilizando o conteúdo de forma concisa e organizada.
Tecnicamente estamos falando de um site com estrutura (layout) constituída em HTML e imagens estáticas (JPG e GIF). O sistema funcionaria através de um código em PHP e Java, apenas para garantir a estabilidade é a velocidade do site. Composto de umas 5 páginas, uma galeria de foto e formulário de e-mail.

Para um trabalho deste estilo podemos utilizar o seguinte método, de calculo de preço.

Calcular o preço:

1. Calcule os custos de trabalho somando os salários das pessoas envolvidas.

2. Para saber qual custo que deve cobrar por hora, pegue o custo total do trabalho e divida pelo número de horas trabalhadas por mês. Depois some as despesas necessárias, como aluguel de equipamentos e outras coisas mais.

3. Depois some o número de horas trabalhadas.

4. Multiplique o valor ideal pela quantidade de horas trabalhadas. Depois faça algumas adaptações ao valor concluído.

Na prática:

1. Some o salário mensal das pessoas envolvidas, supondo que tem um webmaster e um webdesigner envolvidos, um webmaster médio ganha mais ou menos 1.136 e um webdesigner 879 reais, daria 2.015, acrescentando a carga tributária( 40% ) que dá 2.821.

2. Para saber o custo da hora trabalhada, divida o custo total pelo número de horas trabalhadas no projeto no mês. Os envolvidos no projeto trabalham em média oito horas por dia, durante vinte dias no mês, pegue o custo de 2.821 e divida por 160 que é o número de horas, dá 17,63.

3. Depois pegue os custos das despesas e inclua, com 2.000 de contas e 20% de lucro, pega-se 2.000 divide-se pelas horas, soma-se com 17,63 e depois aplica-se 20%, dando 36,14.

4. Agora multiplique esse valor pelo número de horas trabalhadas, supondo que deu 40 horas o total, pega-se os 36,14 multiplica-se por 40, deve-se cobrar 1,445 reais pelo projeto.

Sendo que é possível usar outros métodos, e outros recursos no lugar destes acima, como ao invés de número de horas, número de linhas de programação, ou tecnologias utilizadas, flash seria mais 200 reais, ou mais 10 horas de trabalho e assim vai.

Estes cálculos apresentado, é apenas uma referencia, não é regra. Em geral os custos de produção de um site variam muito de acordo com cada cliente.
Pode ser acrescentado no projeto, outros itens ou inovações tecnológicas, estruturas e rotinas de programação desenvolvidas exclusivamente para o projeto, administração de conteúdo pelo cliente, sistema de banner, edição de HTML pelo cliente, entre outros recursos.
Toda facilidade e inovação, que é gerada para um cliente é computada no valor final de um projeto. Sem contar, gerenciamento, manutenção de script, para sistemas maiores, e garantia de funcionamento.

Hoje na internet, é possível encontrar diversas tecnologias, e valores. Há uma vastidão de produtos e serviços, disponíveis ao alcance de todos. Encontramos sistemas e empresas que produzem de site grátis a mega sistemas sofisticados e inovadores. Variando entre: blogs, sites publicitários, institucionais e comercio eletrônico.
Os sistemas de site grátis em geral e do tipo, faça você mesmo, um exemplo e o webexpress.via-host.com, que disponibiliza mais de 500 modelos de sites prontos aonde o cliente monta o site de sua preferência e paga apenas a manutenção.
No ramo do comercio eletrônico, encontramos sistemas estáveis, e já consagrados pelo uso. Onde o cliente utiliza uma plataforma (script) já desenvolvida e arca, apenas, com o custeio da personalização do layout e a manutenção.

Uma coisa tem que ficar clara, hoje a internet esta muito acessível, se tornou viável a diversas empresas e pessoas, a divulgação de seus produtos e serviços na rede mundial. Um site sempre é uma ferramenta de venda, gera segurança e status perante ao seu cliente, é a estrapolação, da empresa, alem das paredes de um escritório.

 



Monday, April 13, 2009



« Tilbake

Powered by WHMCompleteSolution